História

Atualizado em 12 de dezembro de 2013 às 09:50


Evolução Político - Administrativa do Estado do Rio Grande do Sul Conforme o professor Inácio Kipper descreveu no livro "DEZESSEIS DE NOVEMBRO TERRA MISSIONEIRA", no capitulo II, pagina 47-a evolução político-administrativa do estado do Rio Grande do Sul, do município do Rio Pardo ao município de Dezesseis de Novembro, afirma que a primeira estrutura administrativa do Rio Grande do Sul surgiu com a criação dos quatros primeiros municípios em sete de outubro de mil oitocentos e nove, a saber: Porto Alegre Rio Grande, Rio Pardo e Santo Antonio da Patrulha. Cada um destes municípios apresentava uma organização administrativa territorial que compreendia a sede do município, as freguesias as capelas e os povoados.
O município de Rio Pardo possuía uma área equivalente a quase a metade do Rio Grande do Sul. Compreendia a Região Central, o Planalto, grande parte da Campanha Missões e Vale do Uruguai.
A área onde hoje se localiza o município de Dezesseis de Novembro pertencia a Rio Pardo. Em 1835, ao deflagrar-se a Revolução Farroupilha, o território Rio - Grandense estava subdividido em quatorze municípios. Um deles era Cruz Alta, originado de Rio Pardo, o qual tinha os seguintes distritos: Palmeira (hoje Palmeira das Missões); Passo Fundo; Santo Ângelo; São Martinho e Soledade. A região de Dezesseis de Novembro pertencia, portanto, ao distrito de Santo Ângelo e ao município de Cruz Alta.
O distrito de Santo Ângelo se emancipou em 22/03/1873 de Cruz Alta, passando a ter São Luiz Gonzaga entre seu distrito. Dezesseis de Novembro passou a pertencer ao distrito de São Luiz Gonzaga, no município de Santo Ângelo.
O município de São Luiz Gonzaga se emancipou de Santo Ângelo em 07 de janeiro de 1881, passando o nosso município a pertencer até a emancipação ao ultimo município-mãe São Luiz Gonzaga. Assim, o território que hoje compreende o município de Dezesseis de Novembro pertenceu sucessivamente a Rio Pardo, Cruz Alta, Santo Ângelo e por último, a São Luiz Gonzaga.
História do Município de Dezesseis de Novembro Na colônia Padre João de Castilho, onde está localizada a sede do município de Dezesseis de Novembro, o pioneiro foi Luis Hengen, o qual fixou sua residência ao nordeste, aproximadamente mil metros da praça onde posteriormente se instalou uma marcenaria e um monjolo. No entanto os relatos dos pesquisadores alegam que Hugo Hoff e Daniel Schneider, ao comprarem a área, demarcaram o perímetro urbano e nessa definição foi destinada uma quadra para a praça da futura cidade. Na data de dezesseis de novembro do ano de 1941, João Paulo Ricachewski derrubou a primeira árvore na quadra ao sul da praça para a instalação de sua residência. Com o passar dos anos, vários novos moradores fixaram suas residência no centro e na localidade de Dezesseis de Novembro.
Em 1945 a pedido dos proprietários, Hugo e Daniel organizaram uma festa na comunidade local, com objetivo de denominar a localidade-sede, que foi realizada no dia dezesseis de novembro. Durante a festa, foram acolhidas as sugestões dos presentes para o nome do município no final do dia ser votada. Uma única sugestão foi sugerida pelos presentes que foi Dezesseis de Novembro. Essa unanimidade se deve em função de o pioneiro ter derrubado a primeira árvore na sede do município no dia dezesseis de novembro. João Paulo Ricachewski sempre foi enfatizado, quando indagado de sua vinda para a localidade, "foi no dia dezesseis de novembro". Essa afirmativa rendeu ao pioneiro e à localidade um apelido, sendo que essa foi transformada em nome no fim da festa, quando na votação o resultado foi por unanimidade confirmada Dezesseis de Novembro, como o nome da localidade sede do município.
No dia 11 de abril de 1988, foi decretada a emancipação do município de Dezesseis de Novembro, o qual se localiza no noroeste do estado do Rio Grande do Sul, fisiograficamente na região das Missões. Dezesseis de Novembro é considerado um município de pequeno porte em área e no aspecto demográfico. Sua população é constituída por diversas etnias sendo as principais de origem Polonesa, Alemã, Italiana, Lusos Brasileiros, Afro descendente, imigrantes de diferentes partes do estado do Rio Grande do Sul, em especial dos municípios de Jaguari, Mata, São Pedro do Sul, entre outros, de onde deixaram suas raízes, na busca de terra de mato (solo fértil).




Comentários